Anúncio

De onde vem o fim do mundo

Sou Capitã Logo, estou aqui, de onde vem o fim do mundo. Era bacalhau, do ano grelo, ao choque previsto para maio de 2003, nada aconteceu. Anúncio, mudou-se para dezembro de 2012.

umurek haru kamui

Marido divino, esposa cereal, mãe cevada, noiva aveia. Os sequiosos terão búfalo à ceia. E o bisonte será grande, encarnado em terra e milho negro. Os de olhos parados de vermelho, com o sangue de criaturas vivas, serão feitos biscoitos, e os pedaços serão partidos pequenos e distribuidos pelas pessoas. A prostituta cavalgará em frente numa espécie de serpente de cabeça verde, e haverá grande esfreganço das partes.

umurek haru kamui

Virão virgens de conventos trazer pedaços de beterraba para mancebos que os levarão aos pés de ídolos, e potes de comida e água para refrescar o espírito da varicela. Este levará figuras de barro como indemnização. O espirito milho será utilizado para cura e proteção, mas na sua forma original, vegetal, não em forma de gatas.

As cabras deitadas em grande rebanho num campo aberto, serão separadas por filas de homens em pé mas de costas uns para os outros, agitando seus malhos, cantando canções nas quais dirão ver a cabra palha por entre os pés de milho.

Um homem cairá do céu, será encontrado com os ouvidos cheios de lenços de papel e
aparecerá J224024.1−092748, ou J2240, uma nova galáxia grande e brilhante da constelação de Aquário, a sua luz demorá cerca de 3,7 mil milhões de anos a chegar à Terra, seu nome será feijão verde. Poderá ser observada com muito pormenor e haverá muitas fotografias e vídeos na internet que provarão a sua existência.

Como aquele pecador ali. Haverá cornos na sua cabeça e na dos seus servos. Numa árvore da praça pública, uma pele de cobra capelo estará pendurada num ramo com a cauda para baixo. Será tempo de rumores e de coisas perdidas, e haverá grande confusão sobre onde é que as coisas realmente estão. Os novos frutos serão vestidos em novos fogos e comidos com óleo de urso, considerado indispensável.

Nesta altura um amigo perderá o martelo de outro amigo. Alguns dos que malham correrão na sua direção, atirando-se de tal forma estouvada que as cabeças por vezes se partem, e os mais novos terão armas que serão úteis para dissuadir, esclarece-se. Não haverá vantagem em ter água e comida se você estiver congelando.

O homem que cortar as primeiras barbas de milho, terá dores de costas, porque, acredita-se que o espirito milho se zanga ao primeiro corte, e em ordem a escapar das ditas dores, os ceifeiros envolvem genitais com uma mão cheia de orelhas que cortarão.

E quando o licor sacramental estiver a ser bebido, xamã lá estará, com uma espada de nove lâminas, não duas, mas nove, que envergará sobre os miseráveis bocados. E as pessoas reunidas estarão num grande circulo de olhos fechados enquanto se invocar o espirito da planta.

Por fim, os homens, alguns usando máscaras, outros caras pintados de negro, todos armados com espadas, espigões, vassouras e, ao sinal, a ultima cabra, o ultimo molho, adornada com coroa de violetas e outras flores e bolos atados juntos.

Será colocada mesmo no meio do rebanho. Pessoas correrão furiosamente para cima e para baixo das ruas, para dentro e para debaixo das casas. O caminho número um para incapacitar é destruindo a sua cabeça. Portanto, qualquer tipo de objeto contundente que possa causar grandes traumas seria fantástico.

Vai querer procurar o essencial e ninguém saberá realmente onde estão as pequenas coisas. Assim, vasculhe a sua garagem, procure ferramentas. Em minutos deve encontrar facalhão, machado, motosserras e martelos.

Tenham um feliz final e um próspero fim do mundo.