• Concerto

    En vivo @ Belião Bar

    Concerto sábado 27, este. Regressamos a bolos e biscoitos da Barca, levamos decorações como árvores e cantigas de natal, tocaremos presentes. Tradições, Jardim dos Poetas, 27 da noite.

    Vindos de onde vem o fim do mundo, aproveitemos futuros. Intimista Belião tom tranquilidade. Menu de fusão, combinando texturas e paladares, harmonia que não é alheia. Em volta de petiscos, copos, inspiração. E festas, claro. E encontros, montanhas de boas gentes. Tanta actividade pede dieta das alturas, calórica e nutritiva. Vamos pelo povo, alimentar-nos de espíritos, saciar corpos. Sair.es

  • Banda sonora, ao vivo
    Arte,  Filme

    Banda sonora, ao vivo

    Prólogo

    Fade in

    • Exterior, mundo mudo
      Um vagabundo mítico, feito de genica, nasce em comédia no ano 14 do último século começado por mil.

    Dissolve in Legenda, 99 anos depois

    • Interior, sala de projecções
      Reputado cineclube, de Joane, encomenda som para filme. É convidada banda. Câmara aproxima-se, outras formas aparecem.

    Dissolve out, Dissolve in

    • Exterior, uma casa, das artes de Famalicão
      Atravessamos jardim geométrico, cheio de ervas, crianças lutam. Câmara desloca-se, no ecrã as palavras: A 30 de Novembro, 22 horas. Ouvimos música arrebatadora, título aparece: sair.es em O Garoto de Chaplin.

    Fade in

    • Interior de grande auditório
      Enorme, está escuro, silhueta é projectada em ecrã. Baixos reflectidos por oposição à luz.

    Narrador

    Primeira longa de Chaplin, turbulência emocional. Do apressado casamento com a jovem Mildred resulta nado, morto em 3 dias. De perda resulta filme. Respeitando pudor, sair.es constrói narrativa musical, paralela. Deixa que viva personagem querida, transformando-se. Afinal, cinema é arte obscena, e amor.

    Nunca, desde que o mundo é mundo, um mito recebera adesão tão universal, escreveu Bazin. Segredo desvendado: o vagabundo, de fraque ridículo, bigodinho bengala e chapéu, será pai de criança abandonada. A banda, metamorfose ao avesso.

    Fade out

  • Miudiño
    Musica,  Rock

    Miudiño

    Pelos dedos de um vivo Pacheco, líder voz da banda, anunciado o regresso aos palcos.

    Desde 2008, chegados a Portugal com single digital livre Seguro, levaram Arrepio em digressão, numa série de 50 concertos.

    Destaque para palcos de festival como Giros, Ignition com Hell is for Heroes ou o Festival Arteficial em Ourense. Foram a festas, das Sebastianas com Buraka Som Sistema, a Queima das Fitas com x-wife. Em salas emblemáticas, como a Fabrica do Chocolate em Vigo, Teatrão em Coimbra com Sean Riley, e BláBlá em Matosinhos, convidados para aniversário da Rádio Nova. Em 2011 Osso arrancou.

    Astrolábia a tour

    Tinham música para o próximo álbum, aproveitaram para lançá-la em tour que inclui sucessos mas não apresenta disco. Venha ver de perto actuações nunca vistas. Consulta A Astrolábia, roda devagar, desliza, o corpo encurva cai, saliva, se ela encontra cobra escama sai. Se chegaste até aqui é porque te falta alguma coisa.

    Banda regressa saindo

    Destino Ourense, mais uma hora. Miudiño bar, muy buen ambiente y decoración, moi bó o augardente de herbas. De los mejores de la ciudad para desconectar, tomar la cañita escuchando la lluvia que cai en directo. 22 horas galegas, entrada gratuita.

    O show

    Pintado revela que fãs terão oportunidade de ouvir, ver novas faixas, “há muito material novo para mostrar, excepto umas mais novas que Pedro Carlos e eu começámos a preparar para nosso disco de greatest hits».

  • Concerto,  Musica

    Banda regressa

    Garante a própria.

    A informação foi divulgada por Pacheco, em fórum de fãs, “não estamos mortos, é nisso que pretendemos concentrar-nos a seguir”, escreveu o galardoado.

    Recorde-se que o colectivo não havia anunciado o fim, tendo dado espectáculos sem despedidas e posto à venda, pouco tempo depois, vários instrumentos.

    O grupo, envolto em rumores de disse que disse, confirmou reunião, revelando que irá novamente para cima de palcos.

    Siga acompanhando retornos.

  • Vila Meã
    Concurso,  Musica

    Vila Meã

    Banda ibérica afirmou hoje, em entrevista ao seu sítio, que actuar na final da Liga Germúsica de música em música, no Estádio Municipal vilameanense, num jogo que será visto, será seu Super Bowl. Espectáculo. Que ganhe a melhor equipa.

    Privilégio a dobrar: pisar terra de Agustina, participar em festa designada por concurso com OrborO, João Hudson, Daniela Fonseca, Jacinta Archer, Fallen Society, Skanya e Mútuo Crer.

    «É incrível, nunca imaginamos fazer algo como isto. Depois de cantar hinos em português e castelhano, faz alguns anos, pensamos não voltar a ter outra oportunidade, mas no entanto, ela gira».

    Próximo 23 às vinte e uma. Entradas livres.

  • Sala Clan
    Astrolábia

    Sala Clan

    Mais ou menos seis volven a la viciosa para romper a louza.

    Várias almas

    Depois de lançamento da nova primeira, gira galega. Na equipaxe, banda leva Astrolábia a Tour. No mesmo escenario, los hermanos Freiría, Justo y Jose, xunto a Rubén y Óliver, e súa Habitación Vudú, proxecto nacido na Limia. Para pechar a festa I.D.M Dj. Unha produción Escena Sonora.

    Cultos

    Coa axuda da túa compás, encontra Sala Clan. Venres 28, horas 0 das espanholas. Entrada 5 euros con cerveza. Por el camino, carreteras de viajes corazón.

    E maxia

    «Só a noite é o paraíso: dormen os homes. Os soños abren las xanelas e lámbense as feridas nas praias e nas beiras dos ríos. Os soños cantan coa gorxa xeada. Como esclavos, fan tocar os tambores.» Manuel Rivas