• Filme

    Musicamos fibras

    Para televisão fizemos canções e genéricos. Himalaias, série documental, programa Radar de Negócios, ambos RTP, entre outros. Agora, o Extraordinário Mundo das Fibras.

    Sete documentários em TV com banda sonora a ponto. Inovadoras sonoridades musicam histórias e segredos de filamentos delgados que, dispostos em feixes, constituem certas substâncias animais, vegetais ou minerais. A trilha, de elevada massa molecular, resultou de polimerização.

    “Temos grande apreço e admiração por universo de fibra, entusiasmo pela composição de banda sonora do seu extraordinário mundo», disse Pacheco, acrescentando «quisemos dar continuidade a esse legado natural, artifical ou sintético, captar seus mistérios, reforçar profundidades e emoções da jornada que Farol de Ideias e Universidade do Minho empreenderam.

    Resultado de projecto Fibrenamics, série documental «dará enfoque aos últimos desenvolvimentos na área dos materiais à base de fibras e suas aplicações avançadas nas áreas da medicina, construção civil, arquitetura, proteção pessoal, transportes e desporto.»

  • De Santinhos a Bestas
    Arte

    De Santinhos a Bestas

    Impelidos por Bestas Boas e Impossíveis, colecção de criaturas impressos, avançamos outros negócios, deixando sair minitomos, cadernos e postais. Peças de cartão castanhos, cantos redondos, moldura, traço simples e fino.

    Os cadernos, minitomos de capa, trazem páginas dentro, para escritas, desenhados ou guardar. Já postal tem duas faces e uso correio. Bons recuerdos e mais íntimos. Dispostos em duas fases de edição, partilham bancas com companheiro Separador Santinho, também à venda.

    Conheça os produtos sair es, temos amostras na mala.

  • Casa do Xiné
    Musica

    En vivo @ Casa do Xiné

    Depois de pedra mas no rim do Pedro, vamos a casa de lousa e xisto.

    Concerto sábado 29, vinte e duas e 30, dois euros. Aldeia é preservada, singular de beleza. Coordenadas: Quintandona, na saída enchidos, virar assado, seguir arroz de forno. No primeiro acesso, tortas e depois leite-creme. Chegada não engana, Xiné de sonho, nascida de artistas. Mais bolinhos, e amor.

  • Anúncio

    De onde vem o fim do mundo

    Sou Capitã Logo, estou aqui, de onde vem o fim do mundo. Era bacalhau, do ano grelo, ao choque previsto para maio de 2003, nada aconteceu. Anúncio, mudou-se para dezembro de 2012.

    umurek haru kamui

    Marido divino, esposa cereal, mãe cevada, noiva aveia. Os sequiosos terão búfalo à ceia. E o bisonte será grande, encarnado em terra e milho negro. Os de olhos parados de vermelho, com o sangue de criaturas vivas, serão feitos biscoitos, e os pedaços serão partidos pequenos e distribuidos pelas pessoas. A prostituta cavalgará em frente numa espécie de serpente de cabeça verde, e haverá grande esfreganço das partes.

    umurek haru kamui

    Virão virgens de conventos trazer pedaços de beterraba para mancebos que os levarão aos pés de ídolos, e potes de comida e água para refrescar o espírito da varicela. Este levará figuras de barro como indemnização. O espirito milho será utilizado para cura e proteção, mas na sua forma original, vegetal, não em forma de gatas.

    As cabras deitadas em grande rebanho num campo aberto, serão separadas por filas de homens em pé mas de costas uns para os outros, agitando seus malhos, cantando canções nas quais dirão ver a cabra palha por entre os pés de milho.

    Um homem cairá do céu, será encontrado com os ouvidos cheios de lenços de papel e
    aparecerá J224024.1−092748, ou J2240, uma nova galáxia grande e brilhante da constelação de Aquário, a sua luz demorá cerca de 3,7 mil milhões de anos a chegar à Terra, seu nome será feijão verde. Poderá ser observada com muito pormenor e haverá muitas fotografias e vídeos na internet que provarão a sua existência.

    Como aquele pecador ali. Haverá cornos na sua cabeça e na dos seus servos. Numa árvore da praça pública, uma pele de cobra capelo estará pendurada num ramo com a cauda para baixo. Será tempo de rumores e de coisas perdidas, e haverá grande confusão sobre onde é que as coisas realmente estão. Os novos frutos serão vestidos em novos fogos e comidos com óleo de urso, considerado indispensável.

    Nesta altura um amigo perderá o martelo de outro amigo. Alguns dos que malham correrão na sua direção, atirando-se de tal forma estouvada que as cabeças por vezes se partem, e os mais novos terão armas que serão úteis para dissuadir, esclarece-se. Não haverá vantagem em ter água e comida se você estiver congelando.

    O homem que cortar as primeiras barbas de milho, terá dores de costas, porque, acredita-se que o espirito milho se zanga ao primeiro corte, e em ordem a escapar das ditas dores, os ceifeiros envolvem genitais com uma mão cheia de orelhas que cortarão.

    E quando o licor sacramental estiver a ser bebido, xamã lá estará, com uma espada de nove lâminas, não duas, mas nove, que envergará sobre os miseráveis bocados. E as pessoas reunidas estarão num grande circulo de olhos fechados enquanto se invocar o espirito da planta.

    Por fim, os homens, alguns usando máscaras, outros caras pintados de negro, todos armados com espadas, espigões, vassouras e, ao sinal, a ultima cabra, o ultimo molho, adornada com coroa de violetas e outras flores e bolos atados juntos.

    Será colocada mesmo no meio do rebanho. Pessoas correrão furiosamente para cima e para baixo das ruas, para dentro e para debaixo das casas. O caminho número um para incapacitar é destruindo a sua cabeça. Portanto, qualquer tipo de objeto contundente que possa causar grandes traumas seria fantástico.

    Vai querer procurar o essencial e ninguém saberá realmente onde estão as pequenas coisas. Assim, vasculhe a sua garagem, procure ferramentas. Em minutos deve encontrar facalhão, machado, motosserras e martelos.

    Tenham um feliz final e um próspero fim do mundo.

  • Concerto

    En vivo @ Belião Bar

    Concerto sábado 27, este. Regressamos a bolos e biscoitos da Barca, levamos decorações como árvores e cantigas de natal, tocaremos presentes. Tradições, Jardim dos Poetas, 27 da noite.

    Vindos de onde vem o fim do mundo, aproveitemos futuros. Intimista Belião tom tranquilidade. Menu de fusão, combinando texturas e paladares, harmonia que não é alheia. Em volta de petiscos, copos, inspiração. E festas, claro. E encontros, montanhas de boas gentes. Tanta actividade pede dieta das alturas, calórica e nutritiva. Vamos pelo povo, alimentar-nos de espíritos, saciar corpos. Sair.es

  • Peça em prateleiras
    Concerto,  Tour

    Peça em prateleiras

    Fnacs receberam mundial de apresentação do disco. Sua digressão, promoção a Separador Santinho e Osso cd grátis de acompanhamento.

    Concertos em Paulo maior, alinhamento para viagens ao sabor da terra. A fóruns foram Bergmans, escaparates e banda. Juntos evocamos tons quentes, como boleros. Nós, deixamos sol sal, bestas boas, impossíveis.

    en vivo @ Fórum Fnac

    Banda regressa a Portugal para mais duas. É vez de Norteshopping 22 e Marshopping 23, ambos por vinte e duas. Bom sistema som, espaço para dança e senta. Vale a pena e venha, dê abraços leve brindes.

    Sincronia obtida

    Dada data, regulemos. A 23, no berço capital, relógio marcará hora legal em Blackbox. Ligados por files a Alex Fx, primeiro musico, segundo produtor, e vice-versa, ajustaremos posicionamento longitudinal em alto mar. Ancorados rumam a Recoil de Wilder. Hora acertada, também lá estaremos.

  • Banda radiante
    Concerto,  Espanha

    Banda radiante

    Miudiño Bar, Ourense. Casa composta, recepção à galega, público sedento de boas. Na mala, primeiro concerto Astrolábia a Tour, disponível para espectadores de ambos hemisférios.

    Modo tour

    Inclui sucessos mas não apresenta disco. Para entrada, A Marosca, tensão suspensa. Dôr no Telhado cresceu até Eu Zangão. Depois, primeira boa noite caracol lançou dupla pegada. Doce O Lebre e a Caracol, frenética Palma de Opúntia, dedicada a yala. Caos instalado, esclarecida intensidade e entrega.

    Chuva luminosa

    Show continuou com Mamilo Aureolar, modelo da depressão e Gavião Russo, a melhor fábula de espionagem romântica jamais feita. Preparada em fuga, A Zebra é a nova Orca antecedeu viragem. Destino: Canal Carnal, versão varão, cresce imenso ao vivo.

    Glândula fica serena gerou grande entusiasmo. A emblemática canção de intervenção, uma vez em disco, trará sing alongs. Homem Arara Vermelha exibiu seu grito típico, de pena humana, seguindo-se Jorge, O Solitário, protegido pela lei. Já Bicho do Betão chegou, não se sabendo como foi lá parar.

    Quando Morro de Comanché entrou, avisadas despedidas. Conto de culto deu, por fim, lugar a Hipersónia, fase oral, canção de ambos lobos molhados, onde palavras como correr e fugir sugerem treino de perigos. Perdidos três, Carlos, em pose de comentário, confessou: «ondeamos em uníssono abdomens».

    Astrolábia desflorada, sábio regresso. Conversas sobre leña cortada y picada, desbroces de fincas, esterco de cabalo sin semilla, sua possibilidade de transporte, e, em jeito de balanço, brindes à equipe técnica barra entourage.

  • Banda sonora, ao vivo
    Arte,  Filme

    Banda sonora, ao vivo

    Prólogo

    Fade in

    • Exterior, mundo mudo
      Um vagabundo mítico, feito de genica, nasce em comédia no ano 14 do último século começado por mil.

    Dissolve in Legenda, 99 anos depois

    • Interior, sala de projecções
      Reputado cineclube, de Joane, encomenda som para filme. É convidada banda. Câmara aproxima-se, outras formas aparecem.

    Dissolve out, Dissolve in

    • Exterior, uma casa, das artes de Famalicão
      Atravessamos jardim geométrico, cheio de ervas, crianças lutam. Câmara desloca-se, no ecrã as palavras: A 30 de Novembro, 22 horas. Ouvimos música arrebatadora, título aparece: sair.es em O Garoto de Chaplin.

    Fade in

    • Interior de grande auditório
      Enorme, está escuro, silhueta é projectada em ecrã. Baixos reflectidos por oposição à luz.

    Narrador

    Primeira longa de Chaplin, turbulência emocional. Do apressado casamento com a jovem Mildred resulta nado, morto em 3 dias. De perda resulta filme. Respeitando pudor, sair.es constrói narrativa musical, paralela. Deixa que viva personagem querida, transformando-se. Afinal, cinema é arte obscena, e amor.

    Nunca, desde que o mundo é mundo, um mito recebera adesão tão universal, escreveu Bazin. Segredo desvendado: o vagabundo, de fraque ridículo, bigodinho bengala e chapéu, será pai de criança abandonada. A banda, metamorfose ao avesso.

    Fade out

  • Miudiño
    Musica,  Rock

    Miudiño

    Pelos dedos de um vivo Pacheco, líder voz da banda, anunciado o regresso aos palcos.

    Desde 2008, chegados a Portugal com single digital livre Seguro, levaram Arrepio em digressão, numa série de 50 concertos.

    Destaque para palcos de festival como Giros, Ignition com Hell is for Heroes ou o Festival Arteficial em Ourense. Foram a festas, das Sebastianas com Buraka Som Sistema, a Queima das Fitas com x-wife. Em salas emblemáticas, como a Fabrica do Chocolate em Vigo, Teatrão em Coimbra com Sean Riley, e BláBlá em Matosinhos, convidados para aniversário da Rádio Nova. Em 2011 Osso arrancou.

    Astrolábia a tour

    Tinham música para o próximo álbum, aproveitaram para lançá-la em tour que inclui sucessos mas não apresenta disco. Venha ver de perto actuações nunca vistas. Consulta A Astrolábia, roda devagar, desliza, o corpo encurva cai, saliva, se ela encontra cobra escama sai. Se chegaste até aqui é porque te falta alguma coisa.

    Banda regressa saindo

    Destino Ourense, mais uma hora. Miudiño bar, muy buen ambiente y decoración, moi bó o augardente de herbas. De los mejores de la ciudad para desconectar, tomar la cañita escuchando la lluvia que cai en directo. 22 horas galegas, entrada gratuita.

    O show

    Pintado revela que fãs terão oportunidade de ouvir, ver novas faixas, “há muito material novo para mostrar, excepto umas mais novas que Pedro Carlos e eu começámos a preparar para nosso disco de greatest hits».

  • Concerto,  Musica

    Banda regressa

    Garante a própria.

    A informação foi divulgada por Pacheco, em fórum de fãs, “não estamos mortos, é nisso que pretendemos concentrar-nos a seguir”, escreveu o galardoado.

    Recorde-se que o colectivo não havia anunciado o fim, tendo dado espectáculos sem despedidas e posto à venda, pouco tempo depois, vários instrumentos.

    O grupo, envolto em rumores de disse que disse, confirmou reunião, revelando que irá novamente para cima de palcos.

    Siga acompanhando retornos.